top of page
HEADER WIX 1

Sobre o evento

Para Freud a adolescência é um tempo de intenso trabalho psíquico. Tempo que se reedita o Complexo Edípico. Que não se cabe mais na infância, perda do corpo infantil e entrada em outro registro corporal. 


A experiência do desprendimento da autoridade dos pais, e o luto de seu lugar narcísico, situa a adolescência num tempo desterritorializado.  Freud em 1905 descreve esse processo como o da construção de um túnel, cavando pelos dois lados, nem sempre em linha reta. Refletiremos o quanto uma ajuda externa, um escuta- dor pode ser decisivo para o adolescente que se sente perdido na escuridão do túnel entre os dois lados - futuro e passado.


Vamos trabalhar os desafios da construção do novo corpo e seus impasses intersubjetivos, que tem relação com a partilha desse corpo com outro, essa fronteira eu outro.  Ainda claudicante em seus recursos psíquicos simbolizantes para enfrentar a angústia avassaladora que todo esse processo provoca. O adolescente pode lançar mão da prática de autolesão, como uma tentativa de contenção dessa angústia. Um ato que tenta atar, contornar a dor psíquica e localizá-la em algum lugar no corpo que possa silenciar o que o invade. 

HEADER WIX.jpg

Sobre o tema

Como pode se apresentar a autolesão no despertar da adolescência? 

Autolesão para a clínica psicanalítica é pensado com um sintoma que visa com seu ato de se cortar brecar a angústia. Não será a automutilação uma tentativa de viver, ainda que de forma desestruturada?

BANNER TEMA.png

como assistir?

Esse evento aberto ao público será transmitido ao vivo no dia 07/03/2024 às 19h:00 no canal do Youtube do Instituto ESPE.

Inscreva-se gratuitamente para receber todas as informações e participe ao vivo com a psicanalista Rinalda Duarte, Doutoranda em Psicologia Clínica pela USP.

HEADER WIX.jpg

quem é
rinalda duarte

Psicanalista, Psicóloga, doutoranda pela USP, Mestre em Psicologia Clínica pela PUC/SP, Especialista em Teoria, Técnica e Estratégias Especiais em Psicanálise pela USP. Atende em consultório com clínica, supervisão e grupos de estudos. Autora de artigo publicado na Revista Estilos da Clínica da USP. Autora de textos publicados nos volumes 1,2 e 3 do livro “O Psicanalista na Instituição, na Clínica, no Laço Social, na Arte”, Ed. Toro. E texto publicado no livro: “Aquele Lugar entre Nós”, Ed. Zagodoni . E “Amor, Desejo e Gozo” e “O que ser Lacaniano?” pela editora Calligraphiie.

BANNER RINALDA.png
bottom of page