top of page
HEADER WIX.jpg

Este curso apresentará os conceitos basilares da teoria psicanalítica, ao mesmo tempo em que visa expor as concepções essenciais que sustentam a formação e a prática clínica, oferecendo uma melhor compreensão da psicanálise e sua prática nos dias atuais. 
 
Vivemos um tempo de constantes assédios e demandas por uma formação relâmpago, atualmente as pessoas que desejam exercer o ofício da psicanálise podem ter sérias dificuldades em saber se os cursos e as propostas de formação estão de fato de acordo com os princípios éticos da psicanálise, portanto, preparamos nosso curso visando não somente uma melhor compreensão da teoria psicanalítica e dos conceitos que fundamentam a clínica, mas que também auxiliará na escolha de instituições ou Escolas para a formação do aluno. 

Os alunos terão aulas com psicanalistas renomados no Brasil e no mundo que primam pela psicanálise e sua ética, com todo rigor teórico que exige a transmissão.

O tema será abordado em seis encontros transmitidos ao vivo, ofer
ecendo aos inscritos a oportunidade de participar ativamente dos debates com os docentes. Além disso, todos os encontros serão gravados e disponibilizados para acesso posterior."

Inscreva-se gratuitamente e participe!

INSCREVA-SE E PARTICIPE!

As aulas vão acontecer ao vivo e serão ministradas pelos docentes da Pós-graduação em Fundamentos da Psicanálise: Teoria e Clínica. Inscreva-se gratuitamente e tenha acesso ao conteúdo. 

Ao final do evento enviaremos um certificado de conclusão de 12 horas/aula para os inscritos que participaram do curso. Confira o conteúdo programático abaixo!

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TIAGO RAVANELLO.jpeg

Disponível gravado

Freud e a descoberta do inconsciente

  • O que é o inconsciente, qual sua relação com aquilo que nos determina enquanto sujeitos? Qual a diferença do inconsciente freudiano para os outros inconscientes, como os da medicina, da filosofia e da psicologia? Por que o inconsciente freudiano ainda hoje?

MARCO LEITE.jpeg

31 de Janeiro às 19h

A regra fundamental e a clínica Freudiana

  • Falar que associar livremente é falar qualquer coisa que vem à cabeça é um equívoco. Embora muito difundido na tradição psicanalítica, esta recomendação de Freud não é a associação livre de ideias propriamente dita. Então, o que seria a regra fundamental e como por em prática para fazer com que o tratamento psicanalítico ocorra?

FERNANDA SAMICO.jpeg

07 de Fevereiro às 19h

O sujeito e o inconsciente para Lacan

  • Existem muitas leituras possíveis dos textos de Freud para pensarmos o inconsciente, mas Lacan, ao assentar o inconsciente freudiano a partir da teoria da linguística e do estruturalismo nos permite pensar não apenas o inconsciente estruturado como uma linguagem mas, a partir daí, principalmente o sujeito com o qual operamos como produto de um discurso. Quais as implicações desta orientação de Lacan na clínica contemporânea?

RICHARD COUTO.jpeg

21 de Fevereiro às 19h

Psicopatologia, diagnóstico e tratamento

  • Para trabalhar com qualquer tratamento é necessário fazer um diagnóstico. Para que tenhamos um diagnóstico é preciso uma psicopatologia que oriente nossa escuta para sabermos do que se trata e o que tratar. Nesta aula, vamos pensar sobre a psicopatologia psicanalítica a partir da compreensão de que a estrutura não é sinônimo de adoecimento. Partindo deste pressuposto, qual a função do diagnóstico em psicanálise e por que devemos utilizá-lo na clínica?

PEDRO HELIODORO.jpeg

28 de Fevereiro às 19h

O mal estar social e a clínica contemporânea

  • Pensar a psicanálise em qualquer tempo é pensar na possibilidade de localizar o mal estar de cada momento histórico e poder produzir um trabalho que dê conta disso, sem, no entanto, anulá-lo. Dar conta do mal-estar não se trata de curar alguém disso mas, mesmo com isso, trabalhar em prol do sujeito.

MARCO ANTONIO COUTINHO.jpeg

06 de Março às 19h

Contribuições de Lacan à formação do analista

  • O que é uma Escola de psicanálise e qual sua importância na formação dos analistas em nosso tempo? Trabalhar com a formação é estar sempre em movimento, um movimento que nos permite dizer que, embora os encontros com o analista tenham um fim, a análise continua produzindo efeitos para além destes encontros. A partir deste pensamento, vamos trabalhar para pensarmos o que é a formação e como se produz um analista em nosso tempo.

SOBRE OS DOCENTES PARTICIPANTES

TIAGO RAVANNELLO

Tiago Ravanello

  • Psicanalista;

  • Pós-Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica do IP (USP)

  • Doutor e Mestre em Teoria Psicanalítica pela UFRJ;

  • Parte do doutorado no Centre de Sciences du Langage da Université de Paris - X - Nanterre.

Marco leite.jpeg

Marco Leite

  • Psicanalista;

  • Doutorando em Psicanálise, saúde e subjetividade pela UVA-RJ;

  • Mestre em psicologia pela UEM;

  • Graduado em Psicologia pela UEL;

  • Coordenador geral e docente da pós-graduação em Fundamentos da Psicanálise do Instituto ESPE.

Fernanda Samico.jpeg

Fernanda Samico

  • Psicanalista;

  • Doutora em Psicanálise pela UERJ;

  • Mestre em Psicanálise pela UERJ;

  • Graduada em Psicologia pela UFJF;

  • Membro do Núcleo Vassouras do Corpo Freudiano, Escola de Psicanálise.

RICHARD COUTO

Richard Couto

  • Psicanalista;

  • Doutorado em Psicanálise pela UERJ;

  • Mestrado em Psicanálise pela UERJ;

  • Graduado em Psicologia pela UFAM.

WhatsApp Image 2023-09-09 at 19.29.20.jpeg

Pedro Heliodoro Tavares

  • Psicanalista;

  • Doutor em Psicanálise e Psicopatologia pela École Doctorale Recherches en Psychanalyse da Université Paris VII

  • Doutor em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina

  •  Realizou seu pós-doutorado  em Estudos da Tradução - UFS. 

  • Coordena a coleção "Obras Incompletas de Sigmund Freud" (Ed. Autêntica).

MARCO COUTINHO_edited.jpg

Marco Antonio Coutinho Jorge

  • Psicanalista e Médico psiquiatra;

  • Doutor em Comunicação e Cultura;

  • Fundador do Corpo Freudiano Escola de Psicanálise Seção Rio de Janeiro;

  • Membro da Sociedade Internacional de História da Psiquiatria e da Psicanálise (Paris).

bottom of page